Consiga sua Bolsa de Estudos

Uma bolsa é uma contribuição econômica que é concedida aos estudantes ou pesquisadores para realizar seus estudos ou pesquisas. As contribuições econômicas podem ser provenientes de órgãos oficiais (em Espanha, do MEC do Ministério da Educação e Cultura, bolsas de administrações autônomas, etc.) ou de organizações privadas, sejam bancos e caixas de poupança, fundações, empresas, etc.

As bolsas de estudo podem ser gerais, para estudos regulares ou podem pertencer a programas específicos, para intercâmbios no exterior ou entre diferentes universidades do mesmo país, como bolsas de estudos da Seneca para financiar mobilidade estudantil no programa SICUE ou entre vários países europeus (o chamado Erasmus, ou o resto do mundo, por exemplo), para estágios, etc.

Bolsas de estudos para estágios proliferaram nos últimos anos, substituindo em grande parte outros tipos de contratos que exigiriam melhores condições de trabalho e salários mais altos, dando origem à figura do colega.

Faça sua Bolsa de Estudos

O objetivo deste é principalmente dar a oportunidade a um aluno ou grupo de estudantes que não têm a possibilidade de financiar seus estudos e que aquele que concede a bolsa de estudos considera que tem habilidades notáveis ​​e que não deve perder a oportunidade de se formar por isso faça a inscrição Fies.

Essas bolsas são baseadas em habilidades acadêmicas, artísticas, esportivas ou outras habilidades educacionais gratificantes. As atividades e serviços fora das organizações privadas ou diretamente pela universidade são freqüentemente levados em consideração, onde o desempenho acadêmico ou altas pontuações em testes padronizados são reconhecidos. A maioria dessas bolsas de mérito são pagas diretamente pela instituição a que o aluno atende.

Bolsa de Estudos

Primeiro. Por despacho do Hon. Sr. Conselheiro de Educação, Universidades e Sustentabilidade, de 31 de julho de 2014, aprovou, com validade indefinida, as bases reguladoras que regem as convocações para bolsas de estudos universitários.

Segundo. Por despacho do Hon. Sra. Ministro da Educação e Universidades, datada de 12 de agosto de 2016 (BOC 168, de 31 de agosto de 2016), foram concedidas bolsas de estudo para estudos universitários no ano lectivo de 2016/2017, por meio de processamento antecipado.

Terceira.- Por resolução de 5 de maio de 2017 (BOC nº 92, de 15 de maio), foi aprovado e aprovado e aprovado o segundo prêmio definitivo de bolsas de estudo para estudos universitários no ano lectivo de 2016/2017.

Quarta.- Em 15 de junho de 2017, o prazo para interposição de recurso foi encerrado. Uma vez estudado e levado em consideração, é apropriado acumular e estimar parte dos recursos interpostos contra a 2ª resolução definitiva.

Como se inscrever

Quinto. – Erro material advertido na segunda resolução definitiva no sentido de negar indevidamente três pedidos de bolsa de estudo, uma vez que os arquivos foram estudados, https://plus.google.com/u/0/109381501213383519158/posts/KQpCT6iG8Bd é necessário corrigir esse erro e conceder a bolsa de estudos aos três candidatos na modalidade apropriada.

Bolsa de Estudos

Sexta.- Resolução nº 73934, de 2 de dezembro de 2016, do Diretor Geral de Universidades, a Comissão para a Seleção de Bolsas de Estudos Universitários no ano lectivo 2016/2017 é nomeada.

Sétimo. Reunião do referido Comitê de Seleção em 14 de março de 2017, foi proposta uma proposta de que, uma vez que haja crédito suficiente no item orçamentário, uma vez que o procedimento regular de bolsa de estudos foi concluído, de renda e, assim, aumentar o número de beneficiários para a modalidade de inscrição, tendo como critério de prioridade a renda média da unidade familiar conforme estabelecido pela vigésima primeira base. A Comissão concorda com o pedido, de acordo com o registro no processo.

This entry was posted in Educação. Bookmark the permalink. Both comments and trackbacks are currently closed.